O primeiro volume da Trilogia “Genocídio” aborda vidas de pessoas com posicionamentos políticos distintos, tendo como recorte histórico o fim do Governo FHC, os Governos de Lula e Dilma, e o impeachment de 2016, com Temer assumindo a Presidência.

O segundo volume trará todos os espectros políticos que foram responsáveis pelo avanço do neofascismo, culminando na eleição de Bolsonaro. E o terceiro volume trará todo o Governo Bolsonaro e o maior genocídio da história brasileira, depois dos povos originários.

Fernando Drummond, em “Genocídio”, se utiliza de personagens fictícios para denunciar os verdadeiros protagonistas do genocídio brasileiro, cometido pelo Presidente da República, seus asseclas e seus apoiadores, sempre se utilizando de um dos personagens, para basear-se em fatos reais.

Segundo Fernando, autor de dois best-sellers: “Nunca vivemos três graves crises ao mesmo tempo: sanitária, econômica e das instituições democráticas. O avanço do extremismo de Direita, em nosso país, causou enormes prejuízos e, o pior de todos os danos, a morte de centenas de milhares de pessoas. A história fica para sempre e é implacável. Devemos assumir este protagonismo narrativo para que os erros de agora não se repitam no futuro.”

O livro entrará em PRÉ-VENDA a partir de MARÇO de 2021 e será lançado no dia 06 de julho de 2021.

O livro entrará em
PRÉ-VENDA a partir de MARÇO de 2021 e será lançado no dia 06 de julho de 2021.

O evento de lançamento virtual também será em julho, com uma live, reunindo o autor e alguns convidados. Além disso, no mesmo mês será realizado o envio do livro para todos que fizerem a aquisição antecipada, com autógrafo personalizado.

Assim que for possível, respeitando as vidas e a ciência, será lançado em evento presencial. Esperando que vençamos esta batalha e que a campanha de vacinação seja levada a cabo pelos homens e mulheres progressistas e combatentes em prol da Justiça.

Buscando coerência entre crenças e ações, parte da renda arrecadada com a venda da Trilogia “Genocídio” será destinada aos povos tradicionais brasileiros, marcadamente à Associação dos Quilombolas do Rio de Janeiro – AQUILERJ e o Movimento dos Sem Terra – MST, brutalmente afetados e ameaçados de extermínio, pelas ações criminosas perpetradas pelo Governo Federal, especialmente durante a pandemia do coronavírus.

O Autor

O INÍCIO DO FIM, primeiro volume da Trilogia Genocídio, trata de vidas de pessoas com posicionamentos políticos distintos, tendo como recorte histórico o fim do governo FHC, os governos de Lula e Dilma, e o golpe de 2016, com Temer assumindo a presidência.

O segundo volume trará todos os espectros políticos que foram responsáveis pelo avanço do neofascismo, culminando na eleição de Bolsonaro. E, o terceiro volume trará todo o governo Bolsonaro e o maior genocídio da história brasileira, com exceção dos povos originários.

O autor de dois best-sellers, Fernando Drummond, cria um mundo com personagens fictícios para denunciar o maior genocídio brasileiro, cometido pelo Presidente da República e alguns de seus apoiadores, sempre se amparando em um dos personagens - jornalista investigativo - para se basear em notícias reais.

Segundo Fernando: “Nunca vivemos três graves crises ao mesmo tempo: sanitária, econômica e das instituições democráticas. O avanço do extremismo de direita, em nosso país, causou enormes prejuízos e, o pior, a morte de centenas de milhares de pessoas. A história fica para sempre e é implacável. Devemos assumir este protagonismo narrativo para que os erros de agora não se repitam no futuro.”

Teaser

PRÉ-VENDA EXCLUSIVA

PRÉ-VENDA EXCLUSIVA

O INÍCIO DO FIM, primeiro volume da Trilogia Genocídio, trata de vidas de pessoas com posicionamentos políticos distintos, tendo como recorte histórico o fim do governo FHC, os governos de Lula e Dilma, e o golpe de 2016, com Temer assumindo a presidência.

O segundo volume trará todos os espectros políticos que foram responsáveis pelo avanço do neofascismo, culminando na eleição de Bolsonaro. E, o terceiro volume trará todo o governo Bolsonaro e o maior genocídio da história brasileira, com exceção dos povos originários.

NOTÍCIAS